Aprendizagem

É importante entender que a aprendizagem é uma atividade contínua, que se estende ao longo de toda a vida.

O mercado de trabalho exige, cada vez mais, que os profissionais continuem a aprender, mesmo depois de formados. Hoje, as pessoas que ocupam qualquer tipo de cargo precisam se aprimorar constantemente.

Mas será que a vontade de aprender se restringe somente aos que estão inseridos no mercado de trabalho?

Quando observamos o número crescente de instituições educacionais que oferecem programas voltados às pessoas com mais de 60 anos, percebemos que o desejo de aprender vai além das exigências impostas pelo mercado. Ultrapassa a necessidade de ter uma posição melhor no emprego ou de ganhar um salário maior.

Aprender depois dos 60 anos tornou-se uma maneira de ocupar a mente, preencher o tempo ocioso e de se manter atualizado.

Normalmente, no momento em que deixamos a vida profissional nossas obrigações familiares também já estão reduzidas e podemos dedicar mais tempo para realizar atividades que gostamos e que não fazíamos por falta de tempo.

Uma gama variada de alternativas está à disposição de quem quer aprender algo novo ou aprimorar seu conhecimento. Hoje, praticamente, todas as universidades oferecem programas educacionais para essa faixa etária. Da mesma forma, estão disponíveis oficinas, cursos e workshop para esse grupo que, com muito vigor físico e mental, tem interesse em se manter ativo.

 

1 2 3 10