Como manter o corpo hidratado no verão

0

A estação mais quente do ano chegou com tudo e trouxe dias de ar seco e de temperaturas altas que demandam cuidados especiais, principalmente com a desidratação. “Com as altas temperaturas do verão, eliminamos não só água, mas também, sais minerais do nosso corpo, seja pelo suor, urina ou até mesmo pela respiração”, afirma Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom. Segundo a profissional, os sintomas dessa perda são fraqueza, tontura, dor de cabeça e fadiga.

Para evitar os problemas citados, a saída é criar o hábito de ingerir líquidos, mantendo o corpo hidratado, mesmo quando não se está com sede. “Sentir sede já é um indício de que o corpo está desidratado. Então, manter uma garrafa de água por perto é uma boa estratégica”, orienta. A nutricionista ainda conta que o mais indicado é que cada pessoa beba 35 mililitros diários de água por cada quilo de seu peso corporal. “Por exemplo, um homem com 70 quilos deveria ingerir, em média, cerca de dois litros e meio de água por dia”.

Roupas leves e cuidado com os alimentos
Usar roupas leves no calor e evitar a exposição ao sol por períodos prolongados são outras orientações para manter o corpo hidratado e evitar complicações. Já em relação à alimentação, a dica é atentar-se para o estado de conservação do item que será ingerido. “A exposição contínua do alimento ao forte calor contribui para que o mesmo estrague mais rápido, o que pode trazer diversos problemas para quem o consome”, alerta.

Outros líquidos
Além da quantidade de água necessária por dia, outros líquidos podem contribuir para garantir a hidratação. “Entre eles, destaco a água de coco e os sucos naturais ou integrais, que não possuem adição de açúcar na composição. As bebidas isotônicas são recomendadas apenas após a prática de atividades físicas. Porém, vale ressaltar que as mesmas não substituem a necessidade de ingestão de água”.

Frutas
As frutas ricas em água também são ótimas aliadas da hidratação e ainda contribuem para uma alimentação mais equilibrada e rica em nutrientes. “Abacaxi, melancia, melão, laranja, pera, uva e morango são alguns exemplos”.

O que evitar
Os refrigerantes possuem alta proporção de água, mas contêm açúcar ou adoçantes artificiais e vários aditivos que intoxicam o corpo. Por conta disso, não podem ser considerados fontes adequadas para hidratação. Por fim, no dia a dia e, principalmente no verão, deve ser evitado a ingestão de frituras, alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas, açúcar e o excesso de sal. “Bebidas alcoólicas possuem efeito diurético e contribuem para perda de sais minerais e desidratação”, finaliza a nutricionista.

Fonte – Superbom

Compartilhe.

Sobre o Autor

O Portal Curso da Vida compartilha informações sobre o processo de envelhecer, que começa muito antes da nossa consciência da velhice. É um espaço para troca de ideias e experiências que possam contribuir para uma vida mais saudável, confortável e ativa, durante todo o seu curso.

Deixe um comentário