Barras de segurança – conheça as normas de instalação

0

Para colocar adequadamente barras de apoio para auxiliar o idoso na utilização do vaso sanitário é preciso conhecer bem as normas estabelecidas pela ABNT NBR 9050.

Certo momento da vida você percebe que um familiar ou você mesmo está apresentando alguns desequilíbrios posturais, já caiu em casa ou corre o risco de quedas. Dentre os cômodos da casa, o banheiro é o local de maior incidência de quedas. Esse é o momento de tomar algumas medidas que minimizem essa possibilidade.

Aí você pensa: “terei que colocar barras no banheiro”. E ficam as perguntas: “onde coloco? qual a altura correta?”

Para esclarecer isso a ABNT NBR 9050, que trata da acessibilidade das edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos, criou normas específicas. Aqui só daremos destaque as medidas relacionadas à colocação de barras ao redor do vaso sanitário.

Importante ressaltar que toda barra deve ser capaz de suportar aproximadamente o peso de 152,96 quilos.

Fique atento:
– junto à bacia sanitária, na lateral e no fundo, devem ser colocadas barras horizontais para apoio e transferência, com comprimento mínimo de 0,80 m, a 0,75 m de altura do piso acabado (medidos pelos eixos de fixação).
Veja as medidas corretas no desenho abaixo:

– na impossibilidade de instalação de barras nas paredes laterais, são admitidas barras laterais articuladas ou fixas (com fixação na parede de fundo), desde que sejam observados os parâmetros de segurança e dimensionamento estabelecidos conforme item 7.2.4 da NBR 9050, e que estas e seus apoios não interfiram na área de giro e transferência. A distância entre esta barra e o eixo da bacia deve ser de 0,40 m, sendo que sua extremidade deve estar a uma distância mínima de 0,20 m da borda frontal da bacia;

– no caso de bacias com caixa acoplada, deve-se garantir a instalação da barra na parede do fundo, de forma a se evitar que a caixa seja utilizada como apoio. A distância mínima entre a face inferior da barra e a tampa da caixa acoplada deve ser de 0,15m.Se precisar de mais orientação, profissionais especializados em Gerontologia podem dar um bom suporte. Agende uma consultoria domiciliar.

Mais informações – Geriarte – www.facebook.com/geriatre.envelhecimento

Compartilhe.

Sobre o Autor

Rubens Guimarães

Pós-graduação em Geriatria e Gerontologia – FCM/UERJ
Fisioterapeuta da equipe GERIATRE

Deixe um comentário